Revista A Ana Maria Braga
Clique e assine a Revista A
Vida PrŠtica

Nova York, meu amor

A cidade conhecida como capital do mundo não para. O que não faltam são opções para se divertir, comer bem, se apaixonar...

Ana Maria Braga
Foto: Pedro Maffei
A Times Square, que não para
A Big Apple borbulha de gente, cultura, agitação, entretenimento. Para alguns é difícil se acostumar com tanta coisa acontecendo ao mesmo tempo, mas passado o primeiro susto é quase impossível não se apaixonar. Fui aprendendo a gostar de Nova York bem devagar. Para quem vem do interior, como eu, conhecer a Ilha mais vibrante do mundo significava um grande desafio.

E como gosto de desafios...Com o tempo fui descobrindo cheiros, lugares, pessoas, cores, barulhos, que só tem lá. O que mais adoro é andar pelas ruas e avenidas sem rumo certo e ir descobrindo, no meio daquela loucura, lugares e comidinhas inesquecíveis.

Selecionei alguns momentos e lugares que meu filho Pedro fotografou com sua lente. Mas o importante mesmo, tendo oportunidade de chegar nessa cidade, é falar a língua do sorriso e descobrir a sua Nova York. Divirta-se!

DICAS DA ANA

1. GUGGENHEIM.

O Solomon Guggenheim Museum vale sempre uma visita. Curta a arquitetura de Frank Lloyd Wright, o maior inovador de sua época. Conheça sem pressa um dos melhores acervos de arte moderna e contemporânea do mundo. Endereço: 1.071 5th Avenue, New York, NY 10128. Fone: (212) 423-3500. Site: www.guggenheim.org

2. AMERICAN MUSEUM OF NATURAL HISTORY.

No Museu de História Natural as crianças vão se encantar com o acervo que vai da natureza à tecnologia espacial. Os dinossauros nos fazem pensar no futuro de nossa raça e o quanto vale a pena viver. Endereço: Central Park West na 79th Street, New York, NY, 10024-5192. Site: http://www.amnh.org.

3. TIMES SQUARE.

Teatros, cinemas (mais de 30 em cada prédio na rua 42), luzes, performances de rua, lojas, restaurantes e muito mais você encontra na visita obrigatória à Times Square (região do cruzamento entre a avenida Broadway e a 7ª Avenida). De perder o fôlego! Se for fã de musicais, esse é seu lugar: reserve um tempo para assistir a pelo menos três deles. Estão dando o que falar Evita, com Ricky Martin no papel de Che Guevara, e a superprodução Spider-Man. Mas também valem os tradicionais Mamma Mia e O Fantasma da Ópera.

DICAS DO BONINHO (JB OLIVEIRA)


Manhattan é uma pequena grande ilha, o coração de Nova York, com um traçado geométrico de ruas fáceis de andar e de se localizar. A 5th Av é um show, tem Prada, Gucci, Apple, Tiffany e muito mais. Restaurantes estrelados e, mais precisamente, 5.579 restaurantes catalogados no mais importante guia gastronômico americano, o Zagat. Seu coração é a Broadway. Ou seja, a cidade tem de tudo.

Você pode esticar os braços e, se tiver sorte, conseguir uma mesa no luxuoso e conceituado francês Daniel (60E 65th St), ou arriscar o mais caro japonês da cidade, o Masa (10 Columbus Circle), com um custo aproximado de R$ 1 mil por cabeça. Pode ser um luxo, mas vale!

Mesmo assim, a cidade tem pequenos lugares menos iluminados, mas que mostram o jeito nova-iorquino de ser. Você pode acordar, botar seu tênis e partir para um jogging no Reservoir no Central Park: um lago com mais de 130 mil m³ de água, cercado por uma pista de 1,6 milhas. Era o lugar favorito de Jack Onassis e por isso tem o seu nome. Ele foi construído em 1862 e você pode iniciar a corrida perto da East 86 e curtir toda a cidade. Vale lembrar que todo mundo é obrigado a correr no sentido anti-horário.

No almoço, o Eataly (200 5 Av) é uma opção divertida. É uma espécie de superdeli e restaurante, tudo em um único lugar: tem sorveteria, cafeteria, pizza, vinheria. Quem adora frango de padaria vai achar um cantinho com a televisão de cachorro mais linda que já viu. Com uma técnica incrível, o atendente faz sanduíches de frango e pernil em uma velocidade fantástica. Se a ideia é tomar um chope, basta pegar um elevador que fica próximo à livraria do local. Você cai em uma cobertura mágica, tem a loiraça feita por eles, vinhos e muito mais.

Se a brincadeira ainda não terminou, vale a pena dar um passeio no McSorley’s (15E 7th St). É uma cervejaria de 1854 e tudo está como era. Você volta no tempo. À noite, alguns buracos se abrem. É o caso do melhor hambúrguer da cidade, o Corner Bistro (331W 4th St). Se o clima é italiano, visite o Il Bucco (47 Bond St). E se você tem queda por um japa, o Soto (357 6th Av). Todos bem escondidos e sem turistas.

O serviço do Corner é péssimo, mas todo mundo vai lá para comer um bacon chilli burguer dos deuses. O Bucco é charmoso, mas você vai ter que acreditar que naquela rua escura e deserta, atrás daquela porta, tem uma das melhores cozinhas da Nova Itália. Já o Soto, acredite, vai estar aberto, apesar da aparência de fechado. Nem nome tem. O chef Kosugi usa uma camisa social branca, gravata preta fininha e um jaleco. Apenas sorri, não fala, mas faz o melhor sushi da cidade. Sem falar nas entradas mirabolantes como o tartar de atum gordo com abacate.

Para terminar a noite, não deixe de respirar outra mania da cidade, o jazz. Em uma pequena porta vermelha, com uma escada em direção ao porão, está o Village Vanguard (178 7th Av). No templo do jazz tradicional, tem Big Band em duas sessões na segunda. Não perca.
Foto: Pedro Maffei
ONDE FICAR EM NY

HOLIDAY INN MIDTOWN 57 STREET

Escolher hotel de uma rede internacional é tranquilidade, por conta do padrão das instalações e das facilidades de comunicação. Este fica a três quadras do Central Park e pertinho dos teatros da Broadway.

Endereço: 440 West 57th Street.

Tel.: (212) 581-8100

Diária: R$ 420 (duplo)

THE BOWERY HOUSE

No SoHo, é uma opção econômica e estilosa para quem não se importa em dividir o banheiro com outros hóspedes. Conta com um belo jardim no terraço e mobiliário de design italiano.

Endereço: 220 Bowery

Tel.: (212) 837-2373

Diária: R$ 248 (duplo)

THE MUSE HOTEL

Pertinho da Times Square, serve uma culinária inovadora e serviços de escritório e aluguel de limusines. Tem quartos espaçosos, com lençóis hipoalergênicos e roupa de cama sofisticada.

Endereço: 130 West 46th Street

Tel.: (212) 485-2400

Diária: R$ 610 (duplo)

WALDORF ASTORIA

Símbolo da art déco na Big Apple, recebe celebridades constantemente. Ocupa um quarteirão inteiro da Park Avenue e no seu staff destacam-se concierges que falam 50 idiomas e ajudam a comprar ingressos para o teatro, conseguir transporte e até serviços de babá.

Endereço: 301 Park Avenue

Tel.: (212) 355-3000

Diária: R$ 578 (duplo)
Conheça outras edições do Grupo Estilo
Loja da Ana
© 2012 Site Revista A - Ana Maria Braga • Duetto Editorial • Todos os direitos o reservados.
Site desenvolvido por Departamento Multimídia • Duetto Editorial.