Revista A Ana Maria Braga
Clique e assine a Revista A
Nutrição

Óleo vegetal

Foi-se o tempo em que o preço era o único critério para comprar óleo vegetal

Shâmia Salem
Foto: Shutterstock
Dependendo do tipo, o óleo vegetal pode conferir um sabor mais adocicado ao molho, melhorar a qualidade da fritura, estimular a produção de anticorpos e até ajudar na redução do colesterol ruim (LDL). “Em comum, eles oferecem 90 calorias por colher de sopa e não têm colesterol. O ideal é consumir de uma a duas colheres de sopa por dia e, no máximo, quatro, para não aumentar o peso”, diz a nutricionista funcional Robena Molinari, do Rio de Janeiro (RJ). É ela quem aponta as principais características de cada óleo:

AMENDOIM — por causa do sabor adocicado, pode ser usado em receitas doces e salgadas, inclusive para conferir cremosidade a molhos sofisticados.

CANOLA — Ele é tão nutritivo quanto o azeite de oliva, por isso é indicado para a prevenção de diabetes, obesidade, hipertensão e doenças cardiovasculares. Mas para ter esses benefícios é preciso usá-lo em temperatura ambiente. No máximo pode ser regado sobre pratos salgados quando estiverem quase prontos.

COCO — Se usado com moderação, favorece a saciedade, diminui a circunferência abdominal e o LDL e aumenta o colesterol bom. Como confere energia, é uma boa pedida também para quem faz atividade física. Pode ser usado com arroz, carne vermelha, frango, salada e iogurte.

GERGELIM — É rico em vitamina E, um potente antioxidante, e ômegas 3 e 6, que melhoram a imunidade e protegem as artérias. Por se tratar de uma gordura poli-insaturada, mantém suas qualidades nutritivas mesmo em fogo alto. Combina mais com receitas salgadas, inclusive saladas, mas pode substituir a margarina no preparo de bolos.

GIRASSOL — além de vitamina E e ômegas 3 e 6, é fonte de selênio, que estimula a produção de colágeno e combate os radicais livres. Outra vantagem é que pode ir ao fogo, especialmente no preparo de legumes e peixe ensopado.

LINHAÇA — é o mais rico em ômega 3, mas para aproveitar os benefícios dessa gordura do bem você deve guardá-lo num vidro escuro e dentro da geladeira. Use para temperar saladas.

MILHO — é o mais versátil de todos os óleos, pois pode ser usado in natura ou em assados, inclusive bolos, já que o sabor é bem delicado – o que pode ser uma desvantagem dependendo da receita. Assim como o de girassol e o de gergelim, também faz bem ao coração.

SOJA — contém fitoesteróis, que reduzem o colesterol, e isoflavonas, que ajudam a prevenir doenças do coração e combater os radicais livres. Vai bem com carnes, refogados e grelhados.
Conheça outras edições do Grupo Estilo
Loja da Ana
© 2012 Site Revista A - Ana Maria Braga • Duetto Editorial • Todos os direitos o reservados.
Site desenvolvido por Departamento Multimídia • Duetto Editorial.