Revista A Ana Maria Braga
Clique e assine a Revista A
Casa - Pet

Dor de ouvido

Doença também atinge cães e gatos

Redação A
Foto: Stock
Os bichinhos também sofrem com a dor de ouvido, doença bastante comum em animais de estimação.  O maior problema é que o dono geralmente não percebe os sintomas, o que pode agravar a situação. Chamada de otite, a doença pode ser identificada pela infecção do conduto auditivo em cães e gatos. “São várias as causas da patologia, que podem ser parasitárias, alergopatias, doenças hormonais ou a presença de corpos estranhos como sementes e areia”, comenta a especialista em dermatologia do Hospital Veterinário Batel, Kelly Cristina Cruz Choque

Segundo a especialista, o problema é mais comum em cães e o principal complicador é o surgimento de infecções secundárias. “A presença de inflamação leva à proliferação de bactérias e fungos que vivem normalmente nos condutos auditivos, o que pode desencadear outros problemas”, relata.

A médica avalia que alguns hábitos podem contribuir para o desenvolvimento da doença como limpar o ouvido do animal com soluções inadequadas. “Às vezes o proprietário pensa que está fazendo uma limpeza adequada da região, mas se não tiver orientação médica, isso pode desenvolver a inflamação contínua do ouvido, prejudicando a saúde do pet”, explica.

Outro fator que pode predispor o animal a sofrer de otite é a anatomia dos ouvidos, assim como a condição genética de determinadas raças. “As orelhas pendulares do cocker, os condutos tortuosos e estreitos do sharpei e o excesso de pelo no ouvido externo nos terriers, por exemplo, são predisposições que podem contribuir para o aparecimento da patologia”, afirma.

Para o dono identificar se o animal sofre com o problema, Kelly recomenda observar se ele demonstra algum desconforto como coceira frequente na região das orelhas, apresenta vermelhidão ou inchaço no ouvido e cheiro desagradável no local. “Esses são sinais de que algo incomoda o bichinho e que ele precisa de uma avaliação médica. Também não se deve fazer a automedicação, pois a utilização errada de remédios pode causar resistência ao medicamento ou prejudicar ainda mais o quadro clínico”, alerta.

*Fonte: Hospital Veterinário Batel 

 
Conheça outras edições do Grupo Estilo
Loja da Ana
© 2012 Site Revista A - Ana Maria Braga • Duetto Editorial • Todos os direitos o reservados.
Site desenvolvido por Departamento Multimídia • Duetto Editorial.